Novidades

Confira algumas novidades do mercado que a Citrus7 selecionou para você.

Facebook: mudanças nos algoritmos que afetam você (e seu negócio)

O Facebook contabilizou 1,7 bilhão de usuários no primeiro semestre de 2016. Todas essas pessoas interagem ativamente com os conteúdos que aparecem em seu feed de notícias, que dura em média de 20 minutos por visita. O número é expressivo quando pensamos que 50 milhões de pequenos negócios possuem páginas na rede social. Outros 2,5 milhões de anunciantes querem atrair a atenção dos usuários na plataforma. Uma competição que aumenta cada vez que eles compartilham conteúdos com seus seguidores, o que causa muitas vezes uma desordem no feed de notícias.

Desde 2013, houve um aumento de 130% no número de marcas que se promoveram utilizando o algoritmo do Facebook. Isso fez com que o número de marcas promovendo os seus próprios posts aumentasse 80% desde 2014.

Muitas pessoas sentiram essas mudanças radicais no alcance orgânico, que caiu de 7% para 2%. Em resposta ao descontentamento, a empresa diz que é de interesse deles que os usuários tenham conteúdos mais relevantes. Em junho, o Facebook anunciou uma atualização que fez com que os feeds de notícias passassem a exibir mais posts de familiares e amigos, afetando as plataformas móveis e versão web. As publicações criadas por esses contatos aparecem no topo, mesmo que o usuário não os tenha selecionado para “ver primeiro”. A proposta é identificar os interesses particulares de cada um, dando prioridade aos perfis que o usuário mais interage, fazendo com que os posts de contatos mais “importantes” não se percam quando você não estava navegando na rede social. Depois desses contatos, o algoritmo prioriza informações e entretenimento – também ranqueados por seu perfil de interesse.

A “comunicação autêntica” também foi um ponto que o Facebook demonstrou atenção. A rede social está trabalhando para tentar identificar que tipo de publicações as pessoas consideram falsas ou sensacionalistas, mostrando-as menos. A mudança no algoritmo não mudará as opções de controle do usuário, como o “deixar de seguir”, “ver primeiro” ou “padrão”, além de desativar as notificações de um post.

Para o Facebook, as mudanças são uma forma de melhorar a experiência do usuário, fazendo com que ele gaste seu tempo vendo conteúdos que realmente interessam. Para quem utiliza o Facebook como uma ferramenta para promover a marca, resta, além de fazer o marketing pago e segmentar seu sistema de anúncios, investir em conteúdo de qualidade, entendendo o que o público-alvo quer consumir.